Dúvidas Frequentes

 

01

Como devo proceder antes de apresentar o projeto?

 

Estude o  projeto, especialmente os objetivos de cada etapa, tenha em mãos duas cópias do projeto escrito e duas do formulário de agendamento, após apresentar o projeto para a escola, deixe uma cópia dos dois arquivos (no caso do agendamento deve ser preenchido) com a escola e uma cópia de cada fica com a equipe, preenchidas e assinadas pela escola.

02

Para quem devo apresentar o Projeto?

 

Ele é destinado à direção escolar e equipe pedagógica, pois somente essas pessoas podem tomar decisões sobre o assunto para agendar o projeto. Sugerimos que ele seja apresentado para direção escolar juntamente com a equipe pedagógica. Caso não seja possível, marque primeiro com a direção e posteriormente com a equipe pedagógica. Em alguns casos são realizadas reuniões com a Secretaria de Educação para apresentação do Projeto. O importante é que seja apresentado a alguém que tenha autonomia para tomar a decisão.

03

Quem deve ser a pessoa responsável por apresentar o Projeto? O que ela precisa dizer?

 

Precisa ser uma pessoa que tenha domínio do Projeto Escola da Vida (líder local, coordenador do EDV, voluntário que conheça o projeto) e saiba se expressar bem oralmente. É bom que não esteja sozinha na apresentação, mas que vá no máximo com 3 pessoas. Após se apresentar e aos demais, a pessoa deve apresentar a MPC Brasil, falar do trabalho que a sua MPC Local tem desenvolvido (pode dizer o número de EDVs já realizados na cidade). Em seguida apresente as propostas do Projeto (Lanche com os Professores e Colaboradores, Palestras, Concurso de Redação, Evento Cultural, Palestra para os pais e responsáveis, Correio MPC, Melhor Amigo). Para maior esclarecimento, você deve ler o arquivo do Projeto Escola da Vida com os objetivos de cada etapa, na apresentação. Seja claro quanto a sermos uma Organização Cristã e que o Projeto EDV está baseado em princípios e valores Cristãos, apresente a ficha de contato que será usada no Evento Cultural. Se for a primeira apresentação do projeto em sua cidade, treine antes, podem ser duas pessoas, para uma ajudar a outra. Se houver dúvidas, tire-as antes com seu líder Estadual/Regional.

04

A escola amou o Projeto e quer realizar o agendamento. Como devo proceder?

 

Junto com a Apresentação do Projeto EDV, leve também o Formulário de Agendamento . Siga as instruções que são dadas no agendamento. Preencha todas as etapas. Tenha certeza de que o EDV agendado não coincidirá com nenhuma atividade da escola (semana de provas, eventos culturais, passeios, etc). Leve duas cópias do agendamento, uma fica com o responsável pelo EDV e outra com a direção escolar.

05

Quantas pessoas são necessárias na equipe para desenvolver um EDV?

 

Não há um número fechado ou obrigatório de voluntários, porém é necessário ter coerência e certeza de quem/quantos participarão. Não dá pra desenvolver um projeto sozinho, por isso, pense em tudo que é importante: teatro, música, palestrantes diferentes para palestras diferentes, projeção, som... Busque uma preparação com excelência e muita oração!

06

Quantas reuniões são necessárias para se preparar para o EDV?

 

O número que for necessário para oração juntos, troca de idéias, divisão de tarefas, organização e orientação da equipe. Cuidado: reuniões demais podem cansar os voluntários e se tornar sem propósito e reuniões de menos podem prejudicar a organização e desenvolvimento do projeto.

07

Como devo dividir as tarefas e funções?

 

Divisão de tarefas é algo que deve ser feito com muito cuidado e em oração, pois Deus chamou a cada um de forma diferente e para coisas diferentes. Precisamos aprender a delegar as funções de acordo com o dom, talento e gosto de cada voluntário, assim ele se sentirá a vontade e feliz em servir. Por isso é importante conhecer sua equipe, se relacionar com cada um e tomar as decisões juntos. Testes como DISC e Eneagrama podem ajudar muito, pois dão um norte em relação aos perfis.

08

O que preciso fazer para conseguir executar o Projeto completo?

 

Utilize o arquivo para agendamento com a escola, seguindo todos os passos, inserindo todas as datas para as 7 etapas do Projeto e os detalhes solicitados. Procure já deixar todas essas datas agendadas com a escola para que os passos que devem acontecer após o Evento Cultural, como Correio MPC, Melhor Amigo e Palestra para os Pais e Responsáveis, também sejam executados. O Projeto EDV não se restringe ao Café com Professores/Colaboradores, semana de palestras e evento cultural. É muito importante que todos os passos sejam executados.

09

Existem recursos para me ajudar no preparo e organização?

 

Fique atento ao Portal, há muitos materiais de organização e check list para auxiliar no preparo geral

 

10

Qual a importância de fazer parceria com igreja?

 

Pensando em nossa Missão bíblica aliada à missão da MPC, que está de acordo com a Bíblia, precisamos também discipular os jovens, porém não daremos conta de discipular tantos alunos de tantas escolas, esse é um dos motivos de fazermos parceria com a igreja e a ajudarmos a cumprir o IDE também. Se cada igreja adotar uma escola em sua cidade, todas as escolas terão a oportunidade de adoção e, com certeza, o trabalho de discipulado será mais eficaz.

11

Que estratégias posso utilizar para fazer parcerias com as igrejas?

 

Comece pela sua própria igreja e as dos integrantes da equipe. É sempre melhor ter algum contato ou indicação, pois isso trás credibilidade e abertura. Estude antes, esteja seguro, não invente ou tente encobrir nada.

12

Para realizar EDV é necessário ter uma igreja parceira?

 

Não é obrigatório, mas é o ideal para que a escola seja adotada, cuidada e discipulada. Recomendamos que só se faça o EDV sem parceria, se realmente não existir outra opção.

13

Como apresento o projeto para pastores e líderes?

 

Marque um horário com o pastor/líder em que ele possa lhe atender com calma. Leve o projeto escrito, fale com segurança sobre a MPC (um pouco da história e referências como Billy Graham...) e sobre o Projeto. Nunca esconda nada a respeito da MPC e do Projeto. Convide, desafie a caminhar juntos, mostrando o cumprimento da missão e a oportunidade de participação da igreja local.

14

Como a igreja pode ser parceira?

 

Existem várias formas de parceria: a igreja pode adotar uma escola em que será realizado o EDV, inclusive custeando o projeto, mas principalmente fazendo o pós EDV; pode se tornar uma parceira fixa de oração e finanças; pode se envolver através de voluntários constantes e eventuais e não somente na escola que está adotando. Você pode também criar outras formas de parceria com a igreja, temos total interesse que a igreja se envolva mais.

 

15

Qual o objetivo do café com os professores?

 

Temos alguns objetivos com o café: Apresentar o Projeto, evitando ruídos na comunicação (às vezes eles não são informados pela direção), demonstrar amor e carinho através do café, reconhecer a importância da profissão e falar do Evangelho.

16

Que dinâmica posso usar com os professores?

 

Veja em nosso Portal, no link Lanche para os Professores (na parte Administrador/Arquivos de Planejamento) algumas sugestões e fique livre para buscar outros materiais.

17

Quem prepara o café?

 

É sempre importante ter um responsável por este evento dentro do Projeto, pois é necessário bastante organização e movimentação. Quando há Desperta Débora na cidade, podemos pedir para que elas preparem todo o café e a equipe prepara a programação, também podemos contar com a igreja parceira. No caso da própria equipe ter que preparar o café, é importante que a pessoa responsável seja bem articulada.

18

Quanto tempo preciso para o café com professores?

 

O tempo varia de acordo com a disponibilidade da escola. O Ideal é que estejam presentes todos os professores. Às vezes temos somente 15min disposto pela escola, por isso é necessário aproveitar bem. Tente negociar com a escola um tempo maior, a ATPC é uma boa oportunidade.

19

Devo fazer decoração para o café?

 

Decoração para o café faz toda a diferença. Imagine os professores chegando em uma sala organizada, limpa, uma mesa arrumada com toalha, enfeites, presentes embrulhados... banner do EDV/MPC. Com certeza o impacto será outro.

 

20

Como faço a divulgação do Concurso de Redação?

 

O indicado é, após a realização do Café com os Professores, a equipe do EDV ir de sala em sala realizar a divulgação do Concurso de Redação. Você pode verificar com a direção da escola se é possível fazer cópias das folhas do Concurso de Redação na própria unidade escolar. Ao fazer a divulgação nas salas já tenha os prêmios definidos para estimular os alunos a participarem.

21

De que forma essa divulgação pode ser feita?

 

Fica a critério da Equipe escolher a melhor forma de fazer a divulgação: ir de sala em sala e divulgar oralmente ou através de teatro, passar um vídeo, etc. O intuito da apresentação deve ser de despertar no aluno o interesse em participar do Concurso de Redação e, o ideal é, já entregar a eles a folha do Concurso de Redação.

22

Qual a data limite para a entrega das cartas e como escolher as cartas ganhadoras?

 

Os alunos precisam devolver as cartas até quarta-feira para a equipe. A partir desse dia, a equipe precisa escolher entre quarta ou quinta para se reunir e decidir as redações ganhadoras. É aconselhável que se reúnam na quarta, após as palestras, contanto que tenha um número bom da equipe no EDV. Se não for possível após a palestra, agendar o dia, horário e local para a escolha das redações ganhadoras.

23

E no dia? De que forma anuncio os ganhadores do Concurso de Redação?

 

Dentro da programação do Evento Cultural, insira o Concurso de Redação. É muito importante que a pessoa que irá apresentar os vencedores seja alguém com bom desenvolvimento em público, que seja espontâneo, alegre e apresente o Concurso de uma maneira bem descontraída e informal.

 

24

O que considero no perfil de um palestrante?

 

Alguém que ama os jovens/adolescentes, tenha facilidade ou interesse em aprender a se comunicar com essa galera, que tenha quebrado alguns paradigmas e não tenha preconceito em relação a essa geração, dinâmico, cristão comprometido e com bom testemunho, que vista a camisa da MPC e do EDV. Pode ser adolescente/jovem, adulto. Não há idade, desde que busque uma comunicação eficaz e cristã.

25

Devo conhecer os palestrantes que convido?

Com toda certeza é importante conhecer os palestrantes. Se não os conhece, no mínimo ter uma boa referência de alguém que o conhece e conhece muito bem a MPC também. Procure ter pelo menos uma conversa de qualidade antes de convidar alguém para dar palestra em um EDV.

26

Devo convidar voluntários da equipe para dar palestras?

Essa é uma fantástica ideia. Pessoas que já estão muito envolvidas com a MPC e o EDV entendem melhor suas necessidades e, se há voluntários que tem perfil de palestrante, você como líder pode e deve prepará-lo.

27

Devo treinar e ensinar palestrantes?

 

Mesmo que muitos palestrantes sejam pastores, líderes e estejam acostumados a falar em público, é importante ensinar sobre a MPC, quem somos, nossa Visão, nossa Missão, nossos Lemas, sobre o EDV e ainda, algo para você pensar e colocar em prática, treinamentos para aprimorar as técnicas, conteúdos e didática das palestras

28

Que recursos costumo usar nas palestras?

 

Os recursos são muitos, pense fora da "caixinha", libere a criatividade, converse com adolescentes para saber o que eles "curtem". A maior fonte para obter recursos é o público alvo. Vídeos, histórias da sua vida, dinâmicas, quebra-gelo, interpretação e muitos outros recursos podem ser úteis na transmissão da mensagem.

29

Só posso usar as palestras do portal?

 

As palestras que estão em nosso portal, servem para dar uma base e inclusive ajudar no início, mas podem ser desenvolvidos outros materiais no mesmo template oferecido no portal. Você, sua equipe e seus palestrantes tem liberdade para desenvolver excelentes materiais, desde que sejam de acordo com os princípios cristãos e tenham coerência em seu conteúdo, assim como uma dinâmica interessante (vídeos, quebra-gelo, dinâmicas, competições, histórias...), trazendo sempre reflexão e desafio à mudança (sem imposição de religião, ideias e escolhas).

30

Como deve ser o conteúdo das palestras?

 

É importante que as palestras tenham uma mensagem central. O que queremos realmente deixar para reflexão e decisão do público? Baseado no conteúdo central, desenvolvemos início, meio e fim. Sugerimos que o início tenha quebra-gelo, dinâmica ou outro recurso que ajudará na introdução e no fim que desafiemos os adolescentes a uma mudança baseada na mensagem central.

31

O que preciso para dar uma palestra?

De segunda a quinta você precisará do tema de cada dia, palestrante para cada um deles, um projetor, computador, som, cabo de vídeo, microfone, um operador de som e um para a projeção, máquina fotográfica com responsável pelas fotos. Esses são os recursos básicos.

32

Quem opera o som e o projetor durante as palestras?

Lembre-se que o voluntário deve ser colocado no que ele gosta e é bom em fazer. Por isso, nessas funções, coloque pessoas que tenham facilidade em executá-las, que sejam ágeis e não deixem o palestrante no "vácuo". Elas devem estar sempre atentas ao palestrante e seus sinais, devem ser boas em entender e encontrar os materiais, assim como colocá-los rapidamente em execução. Importante, e principal, é que essa posição seja apresentada para alguém que tenha autonomia para tomar a decisão.

33

Quem fotografa as palestras?

 

A equipe deve estar focada na palestra e nos alunos, auxiliando o palestrante, por isso, é importante que o "fotógrafo" seja uma pessoa que tire fotos de qualidade (pois serão usadas no video retrospectiva e divulgação do projeto), que seja discreta (não distraindo equipe, palestrante e, principalmente, os alunos).

 

34

Como organizo o Evento Cultural?

 

Este é o passo que mais exige dedicação para o EDV, pois envolve muitas frentes. Sugerimos que divida em partes colocando responsáveis para cada uma delas: teatro, música, palestra do amor, desafio, fichas de decisão, som, fotos. Não faça tudo sozinho, delegue e acompanhe. Lembre-se: há documentos no portal para ajudá-lo nessa organização, consulte, são muito importantes.

35

Que músicas uso no Evento Cultural?

 

Os estilos musicais variam, mas não se esqueça que a comunicação é pra quem recebe, ou seja, o foco são os alunos. O que eles gostam? Que estilos os agradam? As músicas podem ser uma mescla de cristãs e outras, desde que suas letras não sejam contrárias aos princípios bíblicos e estejam de acordo com o foco do Evento Cultural que é o amor.

36

Que peça/teatro posso desenvolver no Evento Cultural?

 

A parte artística precisa ser voltada ao Evangelho e seu poder de transformação. Na internet e também conversando com outras MPC's locais você encontra várias opções. Porém queremos incentivá-lo a criar, não necessariamente você, mas sua equipe. Deus nos dotou com tantos talentos! Que tal usarmos criatividade, conhecimento e informações para desenvolver ao invés de só copiar? Não estamos sugerindo que não use mais o que já está disponível, só queremos incentivá-lo, ok?

37

Como é o programa que desenvolvo no Evento Cultural?

Os programas podem variar, geralmente eles incluem música (secular e cristã), teatro (que ensine sobre o amor de Cristo), palestra do amor, premiação do concurso de redação. Há alguns exemplos de programas em nosso portal, fique à vontade para copiar e melhorar.

38

Que linguagem devo usar no Evento Cultural?

 

Assim como em todas as palestras, a comunicação é para quem recebe, por isso, tudo precisa ser com a linguagem do adolescente (músicas, teatro, palestra do amor), evitando sempre os "jargões crentes", palavras difíceis e costumes de nossas igrejas. A mensagem (amor/evangelho) precisa estar presente em todos os acontecimentos do evento.

39

Devo fazer o desafio à mudança?

 

O desafio faz parte do Evento Cultural, precisamos fazer em todos, conforme a ficha de decisão. As opções precisam ser claras e não podemos ter receio de desafiá-los a uma mudança a partir do conhecimento de Cristo. Procure organizar a equipe para distribuição e recolhimento das fichas.

40

O que faço depois do desafio?

O desafio, geralmente, é um momento de muito quebrantamento do Espírito. Há várias alternativas que funcionam após o preenchimento da ficha. Alguns exemplos: Reunir em 4 grupos (conforme a decisão), ter equipantes em cada grupo que possam dar uma palavra e fazer uma oração pela decisão tomada / Deixar um tempo para que os equipantes se aproximem individualmente ou em pequenos grupos que estejam chorando ou reflexivos, podendo assim, conversar e orar / Dar uma palavra geral com oração de gratidão. Você pode pensar em outras alternativas, mas é sempre bom não "quebrar" esse momento. Após esse tempo, a equipe pode cantar uma música com eles e ficar entre os alunos, sempre disponíveis para conversar.

 

41

Como faço com as cartas que estão com a equipe da MPC para serem respondidas?

É MUITO IMPORTANTE escolher uma pessoa da equipe para ficar responsável por essa tarefa. Ela precisará ter o controle, por escrito, do total de alunos que entregaram as redações. No portal, há um arquivo de Controle das Cartas para Deus.

42

Quem são as pessoas que podem responder? Qual o prazo de devolução?

 

Pode ser voluntários da MPC, pessoas das igrejas parceiras, familiares, amigos que desejam se voluntariar para responder as redações. É fundamental que sejam pessoas capazes de transmitir, através da escrita, uma boa mensagem ao aluno. A letra precisa ser legível e as palavras claras, com uma linguagem simples. Recomendamos que a pessoa devolva a carta respondida em até uma semana, pois a equipe precisará confecionar o Correio MPC. No Portal EDV também é possível acessar "Instruções para respostas da carta para Deus". Entregue essa instrução às pessoas que se voluntariarem para responder as redações, usando passagens bíblicas e de acordo com o foco do Evento Cultural que é o amor.

43

Além das redações respondidas, o que mais entregar aos alunos?

 

No portal Escola da Vida, na parte de Consolidação há cartas específicas para cada opção que consta na ficha de contato que o aluno preencheu. A carta também precisa ser entregue no correio, de acordo com a opção escolhida pelo aluno. Portanto, o aluno que preencheu a Ficha de Contato e fez a Redação, receberá a resposta da sua redação mais a carta de consolidação. Os alunos que só preencheram a Ficha de Contato receberão somente a carta de consolidação. Os alunos que somente fizeram Redação receberão somente a resposta da redação.

44

Que material didático posso entregar no Correio MPC?

A sua MPC local, em parceria com a AMME Evangelizar, pode adquirir revistas evangelísticas para serem entregues no Correio MPC. Entre em contato com a AMME: www.evangelizabrasil.com. É muito importante que se entregue algum material evangelístico ao aluno no Correio MPC. Se a sua cidade possui material da revista MELHOR AMIGO, instruímos que a mesma seja usada somente em Treinamentos do Projeto Melhor Amigo.

45

Confeccionamos o Correio, qual o próximo passo?

Muito legal! Após ter colocado o nome completo dos alunos e as turmas no envelope. E dentro de cada envelope as redações respondidas e as cartas de consolidação é hora de ir até à escola no dia e horário que foi marcado o Correio MPC. Use a sua criatividade e entregue as cartinhas aos alunos!

 

46

Qual o objetivo de fazer o encontro com os pais?

Alguns dos objetivos: ter contato com a família, resgatar valores do papel dos pais e da família, conscientizar sobre a importância da família na vida do adolescente, comunicar o Evangelho.

47

O que fazer quando a escola não demonstra interesse em fazer esse encontro com os pais?

 

Devemos explicar que o encontro é parte do projeto e que, embora tenhamos dificuldade em ter a presença dos pais, queremos influenciar a família, o que pode refletir na escola. Esboce o que será falado no encontro para ajudar a direção a perceber a importância.

48

E se não houver adesão dos pais?

 

Claro que uma boa divulgação através da escola (convite e entrega para os alunos, reforçar o aviso) pode ajudar para que haja adesão, mas mesmo assim, pode ser que não tenhamos tanta adesão. A questão é: devemos fazer bem feito independente do número de pais presentes. Uma família pode mudar a partir deste encontro.

49

Quando o encontro com os pais deve acontecer?

 

Pelo calendário do EDV, o Encontro deve acontecer logo após o Evento Cultural (no sábado ou na semana seguinte), assim os pais podem falar como foi o contato dos filhos com o projeto, o que eles comentaram, como foi a atitude, além de ter ação direta com a família com tudo ainda bem vivo na vida dos adolescentes.

50

Quanto tempo devemos usar para o encontro?

 

Queríamos ter muito tempo, porém precisamos sempre pensar na disponibilidade das famílias. Sugerimos o mesmo tempo de uma aula até uma hora, mas pode acontecer de ser proposto um tempo menor. Negocie o tempo suficiente para um encontro legal, interessante e que atinja os objetivos.

 

51

O projeto Melhor Amigo faz parte do Escola da Vida?

 

Sim! O Treinamento do Melhor Amigo a ser dado aos alunos faz parte do Projeto Escola da Vida e é a finalização do projeto nas escolas.

52

Como planejar o Treinamento do Projeto Melhor Amigo?

 

No dia do Evento Cultural, aos alunos que preencheram "estou firme e quero evangelizar minha escola", entregue o convite para o Projeto Melhor Amigo com dia, horário e local do treinamento. É muito importante pegar os dados desses alunos na Ficha de Contato para lembrá-los da reunião (whats, face, ligação, etc). No portal, na aba "Clubinhos", você encontrará o material para desenvolver o Projeto Melhor Amigo na Escola.

53

Já planejei o Melhor Amigo. E agora? Como proceder?

 

O Treinamento é um momento muito especial com o intuito de fornecer base bíblica aos alunos cristãos (plano da salvação), mostrar aos alunos que eles precisam ser bons cristãos na sua escola e que todo cristão é um Evangelista. Apresente aos alunos os três métodos do Melhor Amigo "Jovem Alvo, Adote sua Sala e Estudantes em Ação". Desafie os alunos a inciarem algum desses projetos na sua escola. Encerre o treinamento e mantenha contato com eles.

54

Os alunos desejam abrir um Clube Bíblico, como posso ajudar?

 

Se após o Treinamento, alunos sentiram o desejo de iniciar o Clube Bíblico na sua escola, entre em contato com o responsável pelo Ministério Estudantes em Ação da sua equipe e/ou do seu estado e a Coordenadora Nacional do EEA e passe a eles o desejo de iniciar um Clube Bíblico. Quando se inicia um Clube Bíblico na escola, o Ministério Estudantes em Ação é responsável.

 

55

O que entendo por Capelania Escolar?

 

Capelania é um suporte oferecido dentro da escola. O suporte é de cunho espiritual, abrangendo o ser humano todo (físico, social, mental e espiritual) e embora a intenção seja evangelística, a idéia é estar ali para amar, independe da decisão.

56

Qual a importância da Capelania Escolar?

Essa é uma grande estratégia para se manter na escola, adotando-a e cuidando. Seria como um pós EDV. Imagine poder participar da vida da escola em seu dia a dia, cuidando das pessoas. É fantástico! Podemos e devemos preparar capelães nas igrejas parceiras.

57

Como desenvolvo a Capelania?

 

A capelania se desenvolve através de aconselhamentos e devocionais com alunos, pais, corpo docente, eventos (especialmente feriados cristãos), palestras e todos os recursos que puderem ser usados na escola, conforme sua criatividade e concentimento da escola.

58

Como fazer um curso de Capelania Escolar?

 

Atualmente a MPC tem uma parceria com a Unievangélica de Anápolis, que oferece um curso EAD (Educação à distância) em Capelania Escolar. É importante fazer o curso para ter o conhecimento necessário para atuar como capelão. Além disso, a MPC também oferece oficinas de Capelania e, caso queria levar para sua cidade, você deve entrar em contato com a Márcia Olandim (Coordenadora Nacional de Capelania da MPC).